Retiradas Que o Negocio Pode Comportar

Tempo de leitura: 3 minutos

retiradasEssa é definitivamente uma das coisas mais difíceis de se fazer: Ter controle!

Uma pessoa controlada não sente tanta necessidade de fazer gastos ou ter comportamentos desnecessários. Isso já é para eles uma forma natural de lidar com a situação e por isso estão em vantagem sobre muitas pessoas.

Mas você também pode tornar isso um hábito e com o tempo, saber controlar não apenas as atitudes na sua vida como também as suas finanças vai ser tão natural como respirar.

A Palavra-Chave de Qualquer Negócio

Planejamento é a palavra-chave de qualquer negócio. Sem isso, o seu sonho de ser um grande empreendedor está fadado a ir pelo cano, principalmente se você não é o único dono da empresa.

Cada um tem que ter a participação nos lucros da empresa e se isso não for acertado com antecedência é briga na certa.

Uma boa dica é estabelecer quanto será o pró-labora (salário, um valor fixo por mês) de cada um dos sócios antes mesmo do negócio abrir.

Pode ser um valor igual para todos ou proporcional ao investimento ou ao trabalho de cada um.

Com o tempo, quando a empresa se estabelecer no mercado e passar a gerar mais lucros, os salários subirão de maneira proporcional aos ganhos da empresa.

Reservando Cerca de 90% dos Lucros

Além disso, é importante estabelecer de quanto será o valor reinvestido na empresa.

Afinal de contas, além de funcionários, contas de água e luz, internet, contador e outros gastos fixos da empresa, também é necessário deixar uma quantia reservada para qualquer eventualidade como um curto circuito ou problemas na encanação do estabelecimento.

A outra parte deve ser reservada para voltar para a empresa como forma de investimento, comprando equipamentos melhores, aumentando a quantidade e a qualidade mercadoria, ou seja, parte do dinheiro deve ser direcionado para fazer a empresa crescer.

Grandes empreendedores chegam a reservar cerca de 90% dos lucros para essa finalidade.

É preciso manter o planejamento 

Nos 3 primeiros anos da empresa é difícil fazer grandes retiradas do seu negócio já que a empresa ainda está pagando o dinheiro investido nela como um empréstimo ou financiamento, por exemplo, e só depois é que será possível obter lucros menos modestos.

Mas, mesmo quando a empresa começar a dar maiores lucros é preciso manter o planejamento e a porcentagem já estabelecida para reinvestir nos negócios.

Algumas pessoas acabam se empolgando com o sucesso e começam a fazer grandes retiradas do caixa.

Depois de algumas vezes, a empresa começa a ficar sempre no vermelho e as opções são: pedir um empréstimo no banco com os juros de mercado, arranjar um sócio (que vai precisar investir grande parte do capital e dificilmente vai querer fazer parte de uma empresa que está afundando) ou então, fechar as portas.

O Caixa da Empresa Como Uma Conta Particular

O ideal é não ver o caixa da empresa como uma conta particular para as curtidas do final de semana. Manter os pés no chão e ter o devido controle sobre as finanças é a melhor maneira de fazer o do seu negócio um sucesso.

Quando calcular Os Salários dos Sócios e o seu próprio não se esqueça que a contribuição previdenciária deve ser levada em consideração.

Um Grande Abraço

ateja

Deixe seu comentário: